quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Rolos maravilha


Vi numa loja, dessas de grande superfície, uns  rolos daqueles de pôr na cabeça, e por breves momentos, recuei no tempo em que, passava férias na casa da minha tia. A minha prima, que era mais velha que eu, aliás, muito mais velha, era doida pela prima pequenina, toda sardenta e cheia de cachos (caracóis), loirinhos como só para fazer as suas delícias com os penteados que ela elaborava. Então, era vê-la a fazer-me montes de penteados e, muitas vezes, esses rolos entravam ao barulho. No final, ficava gira como tudo (oh, oh, só a minha modéstia). Depois, era nos ver, eu a fazer de modelo (vaidosa como só), e ela armada em fotografa, depois de se fazer de cabeleireira. Uma paródia pegada que me sabia pela vida. Tanto que ainda hoje, essas recordações estão bem patentes na minha memória, entre outras tantas...
Agora, é ver-me a colocar a hipótese de voltar à loja para comprar os benditos rolos que me fizeram recordar excelentes momentos. Mesmo que não os use, porque tenho caracóis... oh, fez-se luz (risos)!! Existe, claro que sim, dah!! Existe rolos daqueles enormes, justamente para as tais pessoas que têm caracóis poderem usufruir dos mesmos. Assim, já poderei pôr os ditos na cabecinha de borboleta, e ficar expectante com o resultado. E com isto, eis o que dá em ter a caixa de pandora entreaberta.

24 comentários:

  1. Se a caixa de pandora entreaberta te dá para isto, então abre toda. Ahahahahah

    Nota - Eu comprei uns rolos mas, definitivamente, não tenho jeito nenhum para arranjar o meu cabelo. Liso, fino...uma desgraça franciscana.

    Beijo

    ResponderEliminar
  2. LOL
    eu quando era pequenita lembro-me desses rolos quando ia a cabeleireira e ajudava a dita a dar-lhe os rolos e os pauzinhos para os prender.

    ResponderEliminar
  3. Sorri ao ler o teu texto, pelas tuas lembranças que me fizeram relembrar algumas minhas, essas vaidosices de menina são comuns, pelos vistos e sem modéstias, também! Beijocas nossas ;)

    ResponderEliminar
  4. eu também me lembro de ver a minha mãe usar isso!!!
    era tão giro!!

    ResponderEliminar
  5. Lembraste de algo tão engraçado...
    Adorava andar de rolos na cabeça.
    Bjstos

    ResponderEliminar
  6. Na minha adolescência, também usava-os...mas davam um dor de cabeça!
    Essência, se tiravam fotos, não tens por aí, na tua caixa de pandora uma foto para vermos, sua vaidosa(risos)?

    :)

    ResponderEliminar
  7. A minha mãe também colocava rolos, já eu e a minha irmã colocávamos papelotes, daqueles às cores que deixavam o cabelo muito ondulado! Que engraçado, já nem me lembrava disso!!!!!

    ResponderEliminar
  8. São memórias que sabe tão bem recordar...

    ResponderEliminar
  9. Eu tinha uns e nunca os conseguia pôr...

    ResponderEliminar
  10. Coloca os rolos e tira uma foto para a gente ver :)

    ResponderEliminar
  11. este texto e tao intenso, fez-me lembrar de muita coisa *.*

    ResponderEliminar
  12. Se me lembro!
    adorava e ainda os guardo até tenho daqueles suaves sem serem rígidos para dormir
    kis .=)

    ResponderEliminar
  13. Há que fazer lembrar ao Nuno Markl: "desenrolaste" aqui um belo "Cromo" :-D

    ResponderEliminar
  14. Sexy na cidade,

    Nem me digas nada... :)

    NI,

    Ui, abri-la toda? Ai, ai... :p

    Quanto aos rolos, pede ajuda às filhas. ;)

    Palavra,

    E ela dava-te gorjeta? Isto de trabalhar à borla, não está com nada! (Risos)

    Karochinha,

    Contente por notar que despertei algo bom. :)

    Nokas,

    Uma hipótese, com a minha Zunfinha. ;)

    estrela,

    Imagino que sim. :D

    abspinola,

    ;)

    Bernardo,

    Um comentário típico de homem machista! :D

    Desejo,

    Se encontrar uma, posto! Está prometido!! :)

    Sónica,

    Oh! Papelotes. Também são giros! ;)

    Cláudia,

    Se são! ;)

    Bem vinda! :)

    Tanita,

    Oh, que pena! ;)

    Ulisses,

    Ainda não viste nada! ;)

    Vera,

    Uma hipótese! ;)

    J.,

    Ainda bem e, espero que coisas boas. ;)

    Avogi,

    Andas toda gira portanto. :D

    Yellow,

    Agora perdi-me. Sorry. :S

    Kiss

    ResponderEliminar
  15. Não me digas que és como eu...

    ...és tão modesta, mas tão modesta que não dizes o quanto és boa, senão iam achar-te convencida em vez de realista...

    LOL

    :)

    ResponderEliminar
  16. Ulisses,

    Risos...

    Acredito que cada um, à sua maneira, sabe efectivamente como é! Os seus defeitos e as suas qualidades, saltam à vista tanto aos outros, como a nós. Tenho plena convicção disto. Só quem não tem coragem de se olhar tanto ao espelho, como no seu interior é que fica ignorante em relação a si. Agora podemos imaginar em relação aos outros. Mas, para haver interacção com os demais, este é o ponto de partida. Contudo e de facto, não gosto lá muito de gritar aos quatro ventos a quão boa pessoa que sou. Até porque, quem efectivamente me conhece, sabe. Mas, obviamente que sou a primeira pessoa se for preciso a dizer como sou. Sei perfeitamente fazer uma avaliação de mim mesma!

    Quanto a ti, meu caro Ulisses, direccionando ao teu dom, é indiscutível! E aqui, não se trata de ser modesto ou realista. Trata-se do que de facto és e já provaste! ;)

    ResponderEliminar
  17. ...e prontus...

    ...já arranjaste trabalho às Senhoras da limpeza que tem de vir limpar a poça de baba por debaixo da minha secretário...

    ...isso não se faz! Não se elogia assim alguém sem um aviso prévio! LOL

    Vê lá é se vens comer o bom do croquete logo à noite, ou em alternativa e como te respondi no meu canto, comes o Batatinha...

    Muito obrigado

    :)

    ResponderEliminar
  18. Que giro!!! Acho que cheguei a comprar desses rolos e uns papelotes para enrolar, mas nunca usei e dei aquilo a alguém!!!
    Beijinhos, bom sábado!
    Madalena

    ResponderEliminar
  19. Para quando uma foto tua de rolos... aqui no RP?!... :P

    beijo
    Sutra

    ResponderEliminar
  20. M.,

    Mal, muito mal! ;)

    Sutra,

    Quando os comprar! :P

    Kiss

    ResponderEliminar

"Eu não escrevo em português. Escrevo eu mesmo".♥ - Fernando Pessoa

A essência que queres partilhar comigo é?...