terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Sem escapatória possível


Todas as noites, quando vou deitar a Zunfinha, lá saí uma história para ela adormecer. Por norma, costuma ser variada (salvo excepções). Pois quando a senhorita gosta realmente de uma história, não há nada a fazer! É dia sim, dia sim a mesma. Extremos diria eu. Até porque se for preciso, é um dia uma nova. Enfim, nuances de uma pequena Zunfinha...
... No entanto, a que está na ribalta, é a Bela Adormecida. Claro está, que ela já sabe as falas todas. Não estivesse ela atenta como só às imagens, a cada parágrafo para captar tudo quando estou a debitar a mesma... porém, eu, como estava numa de despachar, começo a saltar as falas, longe de imaginar (mesmo tendo consciência da atenção dela), que iria dar pela minha trafulhice. Logo, nos entretantos à minha falta de ética, a excelente exemplar contadora de história (não sai à mamã, não), muito séria, vira-se e diz, "mamã, estás bem? Esqueceste de dizer (...)" - Oh bebé, tens razão! Lá continuo com a história e, salto outra fala. Novamente ela, " então mamã (!!), estás com pressa porquê? Não vais apanhar nenhum comboio nem nada. Falta dizer (...). - Ui, ui... pois, engoli em seco, e contei a historinha toda sem saltar uma vírgula sequer.

21 comentários:

  1. Essencia pr vezes dou por im a saltar paragrafos e imagens e o piolho logo num impulso salta logo para cima de mim " mama não disseste isto?"

    Fogo bem tento despachar na historia, mas a atenção dele é suprema.
    Tentamos passar a perna mas sem sucesso.

    Bjsto

    ResponderEliminar
  2. É incrivel a atenção dos nossos filhos, isso acontece-me muitas vezes;)

    ResponderEliminar
  3. A história ganha o seu verdadeiro sentido quando contada com todas as linhas e todas as palavras. Retirar-lhe pedaços é adulterar a sua essência. Omitir o seu conteúdo, é alterar a forma e a intenção com que foi escrita!
    Para quem já ouviu a história, ouvi-la novamente, sem todos os pedaços, sente a pressa. Quem a ouve pela primeira vez, sente aquela história como sendo a verdadeira! :)

    beijo
    Sutra
    P.S.: É impossível não gostar da história da Bela Adormecida! :)

    ResponderEliminar
  4. A quererem enganar as crianças... coisa feia!!!

    ResponderEliminar
  5. Eles são sempre mais espertos do que nós pensamos. Não é fácil enganá-los.
    Bjokas

    ResponderEliminar
  6. Que Zunfinha mais atenta, porque não lhe pedes que ela te conte a história (segundo a versão que ela ouve) a ti? Acho que seria engraçado ouvires a tua Zunfinha muito compenetrada a tentar não saltar fala nenhuma!!!!!Achei este episódio um mimo!
    Beijocas nossas às duas ;)

    ResponderEliminar
  7. deves pensar que as crianças andam a dormir!!!
    LOL
    faz favor de contar a história toda e fazer as falas diferentes de cada personagem!!!

    ResponderEliminar
  8. Querias enganar a miuda? Mas ela já sabe a historia de cor..
    Beijinho

    ResponderEliminar
  9. olá. momentos maravilhosos esses. A mim, quem me contava as histórias, era sempre o meu falecido avô materno. Consolava-me ao ouvi-lo. beijos e uma boa semana

    ResponderEliminar
  10. ahahahahah ora toma que nem batota podes fazer!!!!
    Lá se foi o tempo em que os pais inventavam histórias não é?

    ResponderEliminar
  11. Este post faz-me voltar atrás no tempo, cerca de 8/9 anos.

    :) desejo

    ResponderEliminar
  12. Com esse grau de argumentação lamento informar-te mas estás feita, não tens como fugir!

    ResponderEliminar
  13. As crianças têm uma memória prodigiosa. Mais a mais, concordo com o Sutra. Então Essência? Esqueceste-te da essência da história? Todos os pormenores são importantes na "Bela Adormecida".

    :)

    Beijo

    ResponderEliminar
  14. Ai, muito bom. O meu sobrinho, lembro-me bem, também teve uma fase em que via todos os dias o filme braveheart. Enfim...

    ResponderEliminar
  15. Ahahaha mais esperta que tu vês?
    Agora é contar histórias em condições !! ***

    ResponderEliminar
  16. Palco,

    Nada! :D

    Nokas,

    Não é querer fazer batota mas sim, adiantar as lides. Mais isso. ;)

    abspinola,

    Eles a sabem toda, livra! :)

    aprender,

    Risos ;)

    Sutra,

    Impossível sem dúvida não gostar de contar histórias! ;)

    Anita,

    Estou com a minha cara no teclado. ;)

    Bella,

    Ui, ui! ;)

    Karochinha,

    Sabes, quando li o teu comentário, soltei um sorriso, porque é exactamente o que costumo fazer. Ou seja, vamos alternando a contar a história. Um dia conto eu, um dia conta ela. E digo-te com um orgulho tremendo que a minha Zunfinha com apenas 5 anos conta as histórias comoo gente grande. Conta como eu conto e quando não se lembra, faz a históra à maneira dela. Uma imaginação de arrepiar quem a ouve. :):):)

    estrela,

    Faço as vozes diferentes sim. É um momento muito interessante! :)

    tooty,

    Risos... toda!! ;)

    Nuno,

    E ainda hoje te lembras disso. De facto, são momentos que marcam pela positiva! ;)

    Sónica,

    Eu invento quando estou cansada das histórias dos livros e digo-te, não me sai nada mal! ;)

    desejo,

    Que bom! :D

    Enfant,

    Não! :)

    NI,

    Sim, o Sutra teve um comentário digno de "clap, clpa" :)

    Não esqueci! Só quis dar a volta ao texto. (Literalmente!) :P

    Sara,

    Enfim, crianças espertas! :D

    Bem-vinda ao Roupa Prática! ;)

    Palavra,

    E ainda bem que é! :D

    Kiss, kiss

    ResponderEliminar
  17. que personalidade forte que tem a pequena!não perdoa uma!

    ResponderEliminar

"Eu não escrevo em português. Escrevo eu mesmo".♥ - Fernando Pessoa

A essência que queres partilhar comigo é?...