quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Carpe Diem


É preciso haver uma doença para acordarmos para a vida, como para as pessoas que estão à nossa volta?
É preciso estarmos na eminência de algo muito grave que põe em risco a nossa vida para nos redimirmos das acções negativas que tivemos, como também de querer fazer e dizer tudo o que não foi feito e dito?
É preciso levar um abanão da vida para termos uma crise existencial deste porte?
E antes da crise existencial, quando estamos bem, o que andávamos a fazer para que só quando acontece uma prova dos nove da vida é que nos faz despertar para tudo e todos os que estão à nossa volta?
Somos mesmo uns seres muito complexos, mas ao mesmo tempo precários de sentimentos e acções. Desconcertante!!

22 comentários:

  1. Essência,

    Não é nos momentos de doença ou aflição que realmente se vai viver, vai-se é tentar apanhar o tempo todo num instante, mas fica um vazio.
    O melhor é ir aprendendo a viver cada dia, porque nunca se sabe quando é o último.

    Beijinho.

    ResponderEliminar
  2. Sempre fomos desconcertantes...
    ...e sempre haveremos de ser...

    :)

    ResponderEliminar
  3. Vamos ao limite de tudo e só quando perdemos alguma coisa é que damos valor. Porque pensamos sempre que tudo é dado como adquirido. Tens razão, somos mesmo seres desconcertantes.

    Beijo

    ResponderEliminar
  4. Por isso digo pena que muitas pessos só 'acordem' parta a vida nestas alturas e que não aproveitem os momentos da vida sem se queixare, de tudo e de nada...beijos

    ResponderEliminar
  5. Gostei tanto do texto, do título. E a imagem? Passa a mensagem que queres e é tão forte. Nem consigo dizer mais nada, só que deixaste-me a pensar e muito.

    Bjs

    ResponderEliminar
  6. O pior é quando não precisamos de abanões e eles teimam em aparecer!

    ResponderEliminar
  7. One life, live it...
    Este é de à muitos anos o slogan da Land Rover... e nunca mais me saiu da cabeça!
    É certo que por vezes as situações menos boas dão-nos um abanão que coloca-nos com outra prespectiva... mas o ser humano é assim mesmo!

    Beijo

    ResponderEliminar
  8. Ó Essência, nem tenho palavras porque pareces que adivinhas quais os dias para pôr aqueles textos chaves que vão de encontro ao nosso momento. Uma mensagem e tanto que quanto a mim ficou.

    Beijos e abraços

    ResponderEliminar
  9. Muito verdadeiro e bem escrito!
    E olha lá...quando é que o teu blog passa na comercial? Eu não quero perder!!
    Bj

    ResponderEliminar
  10. É mesmo,muito desconcertante...actos que se cometem e na altura nem se passa pela cabeça,mas continuam a ser repetidos..
    E só depois de long time,vemos que foi um big fault..kiss

    Iva

    ResponderEliminar
  11. Pois, não devia... mas é mesmo assim! :S

    ResponderEliminar
  12. O que mais irrita é as pessoas darem valor aos conceitos da sociedade do que às pessoas. Quando abrem os olhos muitas vezes já é tarde.

    ResponderEliminar
  13. É verdade.
    Sempre foi assim o ser humano, e julgo que continuará a ser!

    Beijo

    ResponderEliminar
  14. não posso concordar mais contigo!
    o ser humano é bastante complexo e, muitas vezes, assustador!

    Beijo*

    ResponderEliminar
  15. eu andei uns anos para tirar 1 peso de cima, sinto que o tirei quando pedi desculpa a quem magoei, mas sinceramente a resposta que levei foi a indiferença. dá para imaginar que não valeu muito a pena andar-me a torturar este tempo todo.

    ps:viste o post de hj? que achaste?

    ResponderEliminar
  16. Se calhar é.
    Talvez os "abanões" não sejam assim tão negativos.
    Talvez andemos todos a precisar de um abanão.
    Sei lá... nós tornamos a vida mesmo numa coisa muito complexa.

    ResponderEliminar
  17. Concordo plenamente... infelizmente a grande maioria dos seres humanos é assim...
    Não sei porquê ter vergonha de dizer o que sentimos, de pedir desculpa, de ser sinceros e verdadeiros e valorizar quem está ao nosso lado...
    beijos

    ResponderEliminar
  18. Obrigado pelos vossos comentários, pois cada um à sua maneira completou o raciocínio do post. ;)


    P.S.- Sofia, fica tranquila... só estou à espera que eles (da rádio) digam o dia e a hora exacta... assim que souber postarei! :D

    Beijos

    ResponderEliminar
  19. É exactamente isso minha querida! Parece que só falta existir algo ruim para que dêem mais valor à vida. Há uns tempos vi no programa Oprah, testemunhos de convidados que tiveram um acidente trágico e o modo como tudo mudou nas duas vidas após esse acidente. Pessoas que criticavam, não davam valor a si próprios, e após o acidente sentem-se mais felizes!

    Acho que deveríamos ser mais optimistas, mais humildes.

    beijo grande

    ResponderEliminar

"Eu não escrevo em português. Escrevo eu mesmo".♥ - Fernando Pessoa

A essência que queres partilhar comigo é?...