terça-feira, 2 de outubro de 2012

Primeiro amor


Em pleno almoço, eis que a Zunfinha faz o seguinte comunicado: "Tenho um segredo para contar mas, não sei se conto (ar de sacaninha)...
Sacana! Isto porque mesmo dentro da sua ingenuidade, sabia o impacto que teria em insinuar que havia um segredo. Mas também, verdade seja dita que, não levou muito tempo para que a boquinha de charronca da mini too se abrisse. Verdade. Ora que, logo, logo ela começa a debitar.
"Gosto de um menino, o Rafael. Ele é giro, simpático. É inteligente. Mas, eu tenho vergonha de lhe dizer que gosto dele. Ele está na carteira atrás de mim. Eu, muitas vezes, olho para trás para o ver. Nas brincadeiras no recreio, ele joga à bola e eu, fico ali no pátio a brincar com a Maria (sua melhor amiga), e outras meninas ao mesmo tempo que o vejo jogar. Gosto dele."
Num misto, entre segurança no que dizia, no sentido de passar as suas emoções, e a vergonha de admitir, ou contar vá, o segredo valioso que provavelmente já perdura a algum tempo no seu coraçãozinho, eu, Essência também lhe passei naturalidade enquanto a ouvia. Senti emoção quando pensei, "bolas, a minha pequena, está pela primeira vez a sentir o amor. Mesmo que atabalhoado, mesmo que nem ela sabia ao certo o que é aquilo que está a sentir mas, sente. Sente algo de diferente quando olha para aquele menino de todos os outros amiguinhos.  Oh Céus!" Definitivamente, nós pais, lá imaginamos que fazemos isto, ou dizemos aquilo mas, francamente, é só a viver o momento que, efectivamente, sabemos qual a reacção que vem a seguir e, nem sempre é aquela que nos fartamos de imaginar que teríamos. Foi o caso aqui. 
No entanto, como vi o rumo que a conversa estava a levar o meu estado tranquilo, depressa passou para alerta. Mesmo tentando manter o controlo e tal, a fatídica pergunta solta-de da minha boca, "e diz-me bebé, já deste um beijinho no Rafael (eu devia estar com aquela expressão de"responde o que eu quero ouvir, vá, responde. Oh Céus!),? - Ela tranquilamente responde, "achas mamã?! Não." - Ui, um peso saiu de cima de mim. A minha expressão voltou ao normal. Eu senti. Sim, tenho plena consciência. Também sei que um beijinho, oh, é somente uma pitoquinha e tal, mas quando olhamos para os nossos filhos, mais se amplifica quando se trata de meninas, que aquele ser é um bebé. Mesmo que tenha 6,7,8 e por aí em diante. Para nós pais, para mim, será sempre um bebé. Será sempre a minha Zunfinha, a minha mini too, sempre. 

19 comentários:

  1. Sabes que te digo? Uma fofura :)
    Pelo simples facto de te ter contado o segredo...
    E sim, há-de ser até ao final. Nós ainda somos dos nossos correcto?
    :)
    Beijinho Miss Essencia * Outro pra Zunfex :) **

    ResponderEliminar
  2. :) Esses namorinhos e amores são muito fofos e sem maldade.

    ResponderEliminar
  3. Caramba... imagino a tua cara... um anúncios desses, deixa as medida de austeridade parecer uma lufada de ar fresco!! :D

    Estou a ver que foi por pouco não tiveste uma paragem de digestão... :D

    beijo
    Sutra
    P.S.: O teu primeiro genro chama-se Rafael... loool

    ResponderEliminar
  4. Que a Zunfinha te continue a segredar todos os seus amores durante a sua vida...e que possas tu ter a capacidade e a serenidade que mantiveste, é mesmo algo de muito bom. Acho uma ternura ela estar apaixonada...tão lindo!
    Beijocas nossas mesmo sorridentes!

    ResponderEliminar
  5. Oh, tão fofinha a contar-te o seu segredo :)

    ResponderEliminar
  6. Tão fofinha a pequena Zunfinha, para nós eles serão sempre bebés, os nossos bebés. :))

    ResponderEliminar
  7. olá. ter namoradinhos nessa idade, faz parte do crescimento. Eu dava-me bem com as raparigas e rapazes no meu tempo, nessa idade, mas nunca tive namoradas nessa idade, nem no preparatório ou secundário. Claro que me dava bem com algumas raparigas, mas o primeiro namoro que tive foi em 2005. mas na idade da tua filha é normal. beijos e cont. de uma boa terça feira

    ResponderEliminar
  8. Espera até ela crescer começar a dizer que vai ao cinema ver filmes do Fred Astaire! Se for como a mãe...:)

    ResponderEliminar
  9. Eu já estou há alguns anos na fase mencionada pelo L'Enfant Terrible e quando me ponho a imaginar o que fazia com a idade delas tenho verdadeiros pesadelos, ahahahahah


    Beijo

    ResponderEliminar
  10. A Zunfinha é o teu bebé, e será para todo o sempre, mas ela cresce, ela sente, ela será a mulher.

    Aos 7 anos, tive um amor. Mas nem falava para ele.
    E nunca até à idade adulta consegui falar com ele, a não ser uma vez, quando fui ao centro de saúde e era ele quem estava ali à minha frente (óbvio que esse amor passou por volta dos 10 anos).

    ResponderEliminar
  11. Adoro ler os posts sobre a Zunfinha.
    Transbordam ternura para este lado.

    ResponderEliminar
  12. Palavra,

    Beijinho querida. ;)

    Palco,

    ;)

    O Blog da S.,

    É verdade. ;)

    Sutra,

    Só tu pá! :P

    Karochinha,

    Sim, espero que continue assim. Obrigada! :)

    Pedaços,

    Sem dúvida! ;)

    Ardnaxela,

    Sim, um doce. ;)

    Maria,

    Oh, sim! Os nossos bebés. É que ela já tem 6 anos e é assim matulona, pois olhas para ela e dás-lhe mais idade mas, para mim, é um bebé. Tanto que essa palavra solta-se tantas vezes quanto penso e sinto da minha boca. ;)

    Pretty,

    Ui! :$

    apenas umas letras,

    Obrigada e igualmente. :D

    Enfant,

    Oh pá! Agora apanhaste-me na curva! (Risos)

    NI,

    Olha, então somos duas! Um dia destes conto as minhas peripécias... :$

    desejo,

    Soube bem reviver estas lembranças, não? :D

    Joana,

    :D

    Inês,

    Oh! Obrigada querida. :)

    Kiss

    ResponderEliminar
  13. Serão momentos a recordar mais tarde vais ver... um dia ela vai poder reler o teu blogue e ler (no fundo) um "diário" do crescimento dela através dos teus olhos... e ela vai-se rir imenso!

    ADOREI E VIVA O AMOR!

    ResponderEliminar
  14. Bem...eu nem quero i-m-a-g-i-n-a-r a minha pipoca daqui a uns anos,nesses preparos,de boca com boca,lingua com lingua e dentes a bater e tudo.....(isto não será com a idade da Zunfinha com certeza....lá mais para a frente!)...até parece que falta o ar!Primeiro amor sem linguado,só beijinho soft...;)

    ResponderEliminar
  15. Paula,

    Sim. Talvez por isso que ela já tem uma secção só dela (Zunfinha), aqui. :)

    Mamã,

    É um misto de sentimentos que temos. ;)

    Kiss

    ResponderEliminar

"Eu não escrevo em português. Escrevo eu mesmo".♥ - Fernando Pessoa

A essência que queres partilhar comigo é?...