segunda-feira, 18 de novembro de 2013

Hoje, escrevem vocês!

Nada como começar a semana a falarmos de nós. Posto isto, descrevam-me a vossa essência. Quero saber na primeira pessoa, quem me visita todos os dias, a vossa auto-analise. 

Alinham? Se sim, zimboraaa!

16 comentários:

  1. Transcrevo aqui a frase que me acompanha lá no blogue:
    "Sou uma mulher, como todas e tantas, especial e única, perfeita com todos os meus defeitos e consciente dos meus instintos, sempre!"...porque é mesmo assim que me vejo, tão simplesmente.

    Beijocas nossas ;)
    P.S. - A francesinha, comeu-se? eheh

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foste lembrar da francesinha (tão querida!). Não fiz. Isto porque apanhei uma valente constipação no fim-de-semana, perdi o olfacto e o sabor pelos alimentos e pensei que ao estar assim, não valia a pena o esforço. No fim-de-semana que se segue tento. Sou teimosa e persistente e quando ponho uma coisa na cabeça não há quem me tire :)

      Um aparte: hoje acordei com torcicolo. Estou a pensar seriamente em ir à bruxa (Yellow, se leres isto já sabes). :)

      Abracinhos, querida ;)

      Eliminar
    2. A sério Essência, experimenta o chá de gengibre, acredita que mal não te faz nenhum e passa-te o torcicolo e a constipação num instante, o gengibre é mesmo anti-inflamatório e expectorante natural. Ferves água, depois deitas num jarro, cortas um pedaço de gengibre do tamanho de 4cm (+ ou -) descascas e partes aos pedaços, cortas umas duas cascas de limão e um colher de sopa de mel e esperas 15 minutos, coa-se e bebe-se, frio ou quente. Vais ver que amanhã já não te dói o pescoço e estarás bem melhor do nariz, prometo! As melhoras!

      Eliminar
    3. Obrigada, querida. Vou comprar o gengibre e fazer, sim. Estou por tudo! :)

      Eliminar
  2. A ser feliz aos 40 anos numa pequena cidade da Província :)

    ResponderEliminar
  3. 1º - imagem:
    eu em pontas de pés quando quero dar um beijo...
    2º - eu própria.
    romântica, sensibilidade à flor da pele, por vezes durona (passa rápido), adoro um abraço reconfortante, dou tudo desde que mostrem que gostam de mim e me respeitam.
    As melhoras (um amigo meu dizia que para curar a constipação/gripe, devia, e está confirmado que sim, beber um bagaço).
    Beijinho

    ResponderEliminar
  4. Em tempos tive um coração. Agora tenho uma armadura.

    ResponderEliminar
  5. Essência,

    Que pergunta difícil. Já fui de várias formas ao longo da minha vida.
    Já fui calma, sonhadora e romântica. Já fui guerreira, destemida e aventureira. Já fui burra e já me deixei manipular por pessoas. Já fui má e já magoei pessoas.
    E, no meio disso tudo, reside o que eu realmente sou, fui e serei.
    Mas, em termos gerais, penso que as características que mais me identificam é ser despachada e destemida.

    Um beijinho e bebe água da cozedura do nabo, faz bem aos torcicolos.

    ResponderEliminar
  6. Assim de repente (e sabes que eu respondo a estas coisas de repente), a minha essência é esta:
    http://inesesp.blogspot.pt/2012/06/metade-de-mim.html

    ResponderEliminar
  7. Quando li o desafio, lembrei-me do auto-retrato de Bocage :-D

    Sendo, assim, aqui vai:

    Olhos amêndoa, meão de estatura,
    De Clooney, tão só o cabelo grisalho,
    Introvertido, tímido e real pisciano,
    Isto se da memória não me falho.

    Ombro amigo, bom ouvinte, leal,
    Confidente, sim, nunca confessor;
    Porque nesta ínfima vida terrena,
    Serei tanto santo, como pecador.

    Senão apaixonante, apaixonado;
    Que da palavra, o silêncio apraz
    E se embala no mais doce cântico.

    Poeta-pouco, louco e bom rapaz:
    Eis o Yellow, o último romântico,
    Que do amor é crente e devotado.


    P.S.1 Revejo-me (em grande parte) no belo poema de Oswaldo Montenegro: Metade.
    http://letras.mus.br/oswaldo-montenegro/72954/

    P.S. 2 Ah, é verdade: Ir à bruxa? Bruxo!

    As melhoras :-)

    ResponderEliminar
  8. é muito dificil auto analisarmos a nossa esencia mas quem lê o meu blogue vê de caretas que sou toda eu.
    bjo

    ResponderEliminar
  9. Olá. Eu tenho pouco a dizer sobre mim. Sou um rapaz, que ainda hoje procura o Amor, mas desta vez quer achar o Amor na rua, ao virar de uma esquina, no corredor de um supermercado, onde quer que seja. Sou romântico, sincero, tento ser sincero com as outras pessoas. Já dizes a umas amigas " gosto de ti por amizade, mas não posso ser o que tu queres só por estares apaixonada por mim. Para namorar, é preciso Amor " e elas levaram a mal. Uma amiga desistiu da Amizade ( a minha mãe ainda hoje pergunta pela Amiga que reside no Sul e que é blogger...gostaram dela, os meus Pais ), quando eu lhe disse que não queria namorar, a outra ainda hoje é minha Amiga ( estamos juntos algumas vezes ). O Amor deverá ser mútuo. . Sou sincero a este ponto e as pessoas a quem disse isto, pareceram não gostar muito. Não tenho vícios de jogo, de álcool ( praticamente não bebo álcool e não fumo, por isso me enfio sempre no quarto, para evitar os lugares onde se fuma em casa ). Sempre dou mais do que aquilo que recebo e depois sofro com isso, em silêncio. Sou guloso, gosto de sentir o conforto de um lar, de sentir o calor da lareira, gosto de castanhas. O livro que mais gostei de ler, até hoje foi o " no teu deserto ", livro que hoje encontrei, lá em casa numa gaveta. Andava perdido. Eu hoje em dia, com algumas mulheres, principalmente as Portuguesas, sou parecido com a Gata " em tempos tive um coração, agora tenho uma armadura ". o que quero dizer com isto, é que não devemos entregarmos muito a uma pessoa, mesmo que conversemos com as pessoas durante dois anos ou três seguidos, quase todos os dias e depois deixam-nos de lado, só porque o facebook apareceu. Mas quanto a mulheres e para Amar, namorar, ser feliz, prefiro sem dúvida uma mulher Portuguesa. Sou humilde ou tento ser, apesar das pessoas me catalogarem como " betinho ". beijos e um abraço. estás bem?

    ResponderEliminar
  10. Nem que escrevesse mil palavras conseguiria traduzir a minha essência, não que ela seja algo de especial, ou grandiosa ou outra coisa qualquer. Apenas e só porque ser o que se é não é assunto pacífico, seja para nós, seja para os outros. Ficamos por "Terrível", que é apenas uma e uma só fracção no meio de tantas outras, mas suficientemente vincada para poder caracterizar um pouco do que se é!

    ResponderEliminar
  11. É difícil fazê-lo porque às vezes sou contraditória. Mas sei que tenho uma essência alegre e boa. Sinto-o.

    ResponderEliminar
  12. Não sou, nem quero ser mais que ninguém. Aprendi a contar comigo e que a familia, nesta idade, somos nós que escolhemos. Quero apenas sentir-me bem comigo, amar a minha familia e vivermos em paz com a Vida e o mundo. Deixei de ligar ao que pensam de mim e já quase não levo nada atravessado na garganta para casa. Não faço fretes, já não tenho idade para isso e descobrir que a Vida é tão breve que os momentos são para ser vividos bem, em paz e o melhor que soubermos. Se consigo isto tudo? não, mas todos os dias esforço-me por ser uma pessoa melhor, por ser mais correcta e justa e de uma coisa não me podem nunca acusar: a de não ser amiga (muito) so meu amigo.

    ResponderEliminar
  13. Obrigada, por partilharem um pouco de vós, aqui, em "particular". ;)

    Um bem-haja!

    ResponderEliminar

"Eu não escrevo em português. Escrevo eu mesmo".♥ - Fernando Pessoa

A essência que queres partilhar comigo é?...