quarta-feira, 24 de abril de 2013

Declaração de amor


Se há coisa nesta casa assim, aos montes, são as demonstrações de afecto, carinho, bem-querer e outras que tais. Porque nunca, nunca é demais um «amo-te!», um «tenho saudades tuas!», assim como «és tudo para mim!». Pois bem, aqui nesta situação não foi excepção. 

Essência - Bebé, quem é tudo para mim?
Zunfinha - Sou eu!
Essência - Conversa! Como dizes isso com tanta convicção - a fazer puro charme e papel de mete nojo -?
Zunfinha - Porque sou tua filha! E porque dizes isso sempre.
Essência - Oh, fui apanhada na curva. Sim bebé, amo-te muito!
Zunfinha - E eu amo-te infinito, mamã. 

Fiquei surpreendida com a resposta dela. A sensibilidade para rematar a conversa de maneira tão crescida e inteligente. Sim, deixou-me a pensar.

9 comentários:

  1. Oh Essência, que fofaaa! (Ai o meu relógio biológico...)

    ResponderEliminar
  2. Ohhh, fiquei completamente derretida com a resposta dela. Que querida. :))

    bjs

    ResponderEliminar
  3. Agora fiquei assim,com uma lagrimita no canto do olho....lindo.....

    ResponderEliminar
  4. Sabe sempre tão bem mimos assim :)

    Adoro quando o meu filho me abraça do nada... bem para falar a verdade ele passa a vida a fazer isso. Um verdadeiro menino da mamã!

    E vivam os amo-te até ao infinito xxxx

    ResponderEliminar

"Eu não escrevo em português. Escrevo eu mesmo".♥ - Fernando Pessoa

A essência que queres partilhar comigo é?...