quarta-feira, 18 de abril de 2012

Lata, mas uma lata como só


Juro, juro que gostava de ter a metade da lata que muitas pessoas têm...

Fui fazer umas compritas básicas e, no supermercado que vou, lá encontro sempre (ou quase sempre), alguém conhecido. Uma animação que só, oh oh! E, desta vez, não foi diferente. Encontrei uma conhecida (verdade se diga, ficava bem na mesma se não a encontra-se. É que é uma chata do caraças!). Conversa aqui, conversa ali (na entrada do supermercado), às tantas, ao ver o tempo a passar e a vê-la ali na maior descontracção, digo-lhe, que o melhor seria entrar e começar a fazer o que realmente nos tínhamos proposto fazer, ir às compras (eu pelo menos).
Ficou a olhar muito admirada para mim (como se tivesse ficado com o coito interrompido, risos), mas, lá se tocou e, entramos (é que quando começa a falar, não há quem a pare!). Para mal dos meus pecados, colou-se a mim como uma autêntica lapa e, acabamos por ir fazer as compras juntas.
Às tantas, começo a vê-la na zona da fruta a tirar uvas e a comer. Sem lavar (!!). Depois, não satisfeita com as uvas, toca de enfiar pelo bucho a dentro, uma maçã. Sem lavar (!!). Fez isto com uma desfaçatez gritante. Continuou a falar comigo como se nada fosse. Pior, a comer e a falar ao mesmo tempo. Só pensava, "fosga-se, mas esta criatura saiu-me em que rifa? Ou no pior dos cenários, desenterrou-se de onde?!"
Passamos pela zona das bolachas e afins, e não é que ela toca de pôr um pacote de bolachas da marca não-sei-das-quantas no carrinho. Depois, abre e começa a comer. Cara podre! A falar comigo e a comer, nos mesmos preparos (!!).
Ainda tinha as bolachas a meio, passamos pela zona do pão. Saca para dentro do carrinho dela uma embalagem de pastéis de nata e toca de comê-los. Fosga-se, não me contive mais, depois de tantos disparates seguidos.

Eu: Desculpa lá, mas estás bem?!
Ela: Porquê? (Com a maior displicência, como se fosse a pergunta mais descabida do Universo)
Eu: Porquê?! Porque estás a comer coisas no supermercado desenfreadamente. Porventura, estás com intenção de pagar o que estás a comer (cansadinha de saber a resposta)?
Ela: Não (responde-me ainda por cima com os dentes sujos com aquelas coisas pretas do pastel. Passava bem sem aquela imagem dos infernos, confesso. Oh sorte!...). O que se consome dentro do recinto não temos obrigação de pagar! Além do mais, o que estou a comer não lhes vai fazer falta. Têm muito! Não estejas preocupada que eu, também não! (!!)
Eu: Ah! Onde ouviste tal insanidade? E aqui, parece-me que não se trata de "eles" terem muito ou não, mas sim a atitude em si que estás a ter. Principalmente ao pé de alguém (eu), que não está a ser dita nem achada no piquenique que estás para aqui a fazer. Parece-me que não reparaste neste pequeno pormenor. Depois, não sei se sabes também, mas estás a ser filmada. Estamos, o que é pior! Por norma, é o que fazem em recintos deste porte. E, se não quiseres passar vergonha na caixa, o melhor, é pagares o que estás a consumir. Porque sim, tens responsabilidade pelos teus actos! E sinceramente, desculpa-me a franqueza, mas se não o fizeres, ficas aqui sozinha. Honestamente, não quero compactuar com aldrabices destas!

Sim, ficou sozinha.
Pois, ficou ofendida (ainda por cima. Eu é que devia ter ficado mais fula (do que fiquei), e ainda levo com estes falsos moralismos? Francamente!). Temos pena! No entanto, não quero ficar marcada por algo que não fiz, nem tinha intenção de fazê-lo, assim como não faz parte do meu repertório.
Era mais só que me faltava! Só me aparece gente maluca,  fosga-se!

40 comentários:

  1. Oh god... grande lata mesmo! E assim vai enchendo o bandulho como se não fosse nada com ela. Nós é que somos parvos que não fazemos as refeições lá dentro:))

    ResponderEliminar
  2. Fizeste bem.
    Olha que é preciso um latão para andar às compras com uma conhecida e encher o bucho como se o supermercado fosse seu...
    Ficar ofendida no fim ahahah :D

    ResponderEliminar
  3. credo, essa pessoa não é normal! será que faz isso sempre que vai às compras?! eu acho que não tem de pagar quem não tem dinheiro, penso eu não sei. Bolas, há com cada coisa.
    E a ti calham-te todas na rifa ahhhhhhhh

    ResponderEliminar
  4. credo, essa pessoa não é normal! será que faz isso sempre que vai às compras?! eu acho que não tem de pagar quem não tem dinheiro, penso eu não sei. Bolas, há com cada coisa.
    E a ti calham-te todas na rifa ahhhhhhhh

    ResponderEliminar
  5. Mas que grande lata a dela. E também estava cheia de "fominha" hein?! Se fosse comigo tinha feito o mesmo. Há cada uma neste mundo, valha-me Deus.

    ResponderEliminar
  6. "(...)como se tivesse ficado com o coito interrompido"!! Adorei esta analogia!! :)

    De facto eu não sofro muito desse "flagelo" a Norte, embora lá embaixo por vezes lá acontece! Felizmente eu sou mais descarado a despachar chatos!!! Mas olha, tens a minha simpatia e apoio!

    (pode ser castigo pelo avatar que tens - justiça kármica... ah ah ah!!)

    Beijinho*

    ResponderEliminar
  7. Mas a "dita cuja" é capaz de ser uma acérrima defensora que se prendam os "ladrões".

    ResponderEliminar
  8. Arre porra, grande cara de lata...
    odeio isso nas pessoas, é uma falta de respeito louca..

    ResponderEliminar
  9. Bolas mas que grande falta de bom senso!

    Fizeste bem em confrontá-la!

    ResponderEliminar
  10. A parte que mais gostei foi "O que se consome dentro do recinto não temos obrigação de pagar!"... :D

    Estou a pensar em ir morar para o Pingo Doce... :P

    beijo
    Sutra

    ResponderEliminar
  11. Que lata!!!!
    Já assisti muito dessas cenas nos supermercado, ate comer chocolates e por o conteudo em cima de outra coisa.
    Há lata para tudo
    Bjstos

    ResponderEliminar
  12. Meus Deus, uvas já vi a provar, mas maças... bolachas, natas...! Onde vamos parar!?

    ResponderEliminar
  13. Que grande lata, deve pensar que está tudo a disposição dela..ainda por cima somos nós que acompanhamos que ficamos envergonhadas (neste caso tu) e ela na maior...

    ResponderEliminar
  14. É pena não ter apanhado alguma fruta com 605 forte! Era de maneira que lhe dava uma dor de barriga que lhe serviria de lembrança!

    ResponderEliminar
  15. Lol
    Se assim fosse, de certeza que já havia gente a viver dentro do supermercado!
    Mas esta malta não se toca?

    ResponderEliminar
  16. Lata??? Eu acho que isto é muito pior que lata. Nunca tinha ouvido falar de tal coisa.

    ResponderEliminar
  17. Que cena :s

    Como pode alguém ter essa lata toda? E sem vergonha alguma? Que raio de carácter ela tem?

    Com cada uma, que só visto.

    ResponderEliminar
  18. Olá. Essa senhora devia ser apanhada e ainda para mais a fazer de propósito e por ser gulosa. É assim, provares uma azeitona, um tremoço para ver se são boas, toda a gente o faz, mas agora comer uma maçã lá dentro sem pagar, comer as bolachas, isso não está correcto. É a tua situação e a minha, uma vez na estação: colocaram máquinas para tirar os bilhetes aqui em Valongo e na altura uma senhora chegou lá " ah, e tal não tem vendedor isto, não tiro o bilhete. se aparecer o pica digo que me esqueci ". É certo que não levou multa quando o revisor apareceu dentro do comboio, mas tive vontade de lhe dizer que a senhora não tinha tirado o bilhete, porque não quis, mas lá me contive. Agiste muito bem e fizeste-lhe ver o teu ponto de vista. beijos

    ResponderEliminar
  19. OMG mas quem é essa personagem?? Que grande lata hein!! Como há pessoas com coragem para coisas desse género??

    Beijinho*

    ResponderEliminar
  20. Fogo,
    deves ter um íman mulher, para atraires cromos desses.
    Há com cada uma ... e depois têm uma descontracção do caraças.
    E ainda acham que têm razão ... oh Deus!

    Beijitos

    ResponderEliminar
  21. Eu já me tinha posto a milhas antes de lhe dar explicações!!
    Upsssss... ele há cada uma!!

    Beijos,

    ResponderEliminar
  22. Oh meu deus, so me ri a ler isto!! Como e que e possivel????



    http://placequotehere.blogspot.pt/2012/04/baby-its-cold-outside.html

    ResponderEliminar
  23. Há mesmo gente sem um pingo de vergonha e de decência e depois, nós, é que ficamos mal vistos aos olhos desses pessoinhas.

    ResponderEliminar
  24. decididamente a pessoa em causa nao está bem de todo
    kis .=)

    ResponderEliminar
  25. O.O que horror meu deus. Há pessoas que não tem vergonha nenhuma na cara :S

    ResponderEliminar
  26. Ponto 1: parti-me a rir com o "coito interrompido".
    Ponto 2: Sodona Essência....não sonhaste isso???É surreal...
    Ponto 3: acreditando que sonhaste é preciso ter-se uma grande lata ou uma grande falta dela para fazer isso.E se come, paga o que come!!

    ResponderEliminar
  27. Adenda:acreditando que não sonhaste.Falta o não no comentário anterior!!

    ResponderEliminar
  28. Sexy,

    :D

    Ana,

    Risos... era bonito era. Os sem-abrigo (e não só), iam achar um mimo ;)

    Pusinko,

    Ora que agora disseste tudo "como se o supermercado fosse seu..." - uma lata mesmo! :S

    Tanita,

    Risos... agora fizeste-me rir com esta tua observação, "eu acho que não tem de pagar quem não tem dinheiro, penso eu não sei." - Quando não se tem dinheiro, não se sai, ponto. Eu pelo menos sou assim. Achas mesmo que os supermercados iam nessa do, "não tem dinheiro? Oh, não faz mal, coma na mesma e pode ir embora!" - ;)

    Maria,

    O que me ri com o teu comentário. Sim, parece que a fome, era mais que muita. Enfim. :S

    Confuskos,

    Eu também acho que sou bem despachada a livrar-me de melgas, mas este coração mole por vezes, atraiçoa-me. :S

    Vou levar o resto do comentário como um elogio. :P

    NI,

    Risos... tenho a impressão que sim. ;)

    Eros,

    Diga-se mais, as pessoas. :S

    Tânia,

    Eu que não tive nada a ver, fiquei cheia dela (vergonha), e dela (pessoa), também! (Risos) :S

    Palavra,

    Uma falta de tudo! :S

    Rita,

    Pois, também fiquei mais aliviada depois de fazê-lo. ;)

    Sutra,

    Risos... Só tu! ;)

    abspinola,

    Essa então dos chocolates, ui, resmas de situações que já vi, mas pessoas que não conheço de parte alguma. Se são crianças é porque são crianças... e quando são os adultos? Nem sei como qualificar, confesso. :S

    Isa,

    Uvas também já tinha visto. Por isso que quando a vi a fazer, dei de barato. Apesar de fazer-me confusão ver as pessoas comerem fruta suja (!!). Mas agora, o resto?... espera lá! Onde vamos parar? Para o fim deste sistema, é aí que vamos parar! :S

    Susana,

    Estonteante, mas é assim que eu me senti. :S

    Enfant,

    Risos... essas pessoas têm a estrelinha da sorte. Nada lhes acontece! ;)

    Vadia,

    Não se tocam não. Confirmei isso mesmo! :S

    Vera,

    Nunca ouviste? É o pão nosso-de-cada-dia! ;)

    Paula,

    Pois. Dá para se questionar de facto. :S

    apenas umas letras,

    Deliciosa a tua história. Obrigada pela partilha! De facto há gente para tudo em várias vertentes. :S

    Pretty,

    Haver, há! Como? Não sei e ainda bem que não sei. ;)

    Beu,

    Definitivamente, tenho! E só agora estás a ler e já estás assim. Imagina se soubesses do resto, risos. ;)

    mfc,

    Mas eu gosto de dizer o que me vai na alma. Assim ela viu que não estava a agir bem (mesmo que não adiante), mas fiquei mais aliviada. Não gosto de engolir sapos. ;)

    Aida,

    É pois! :)

    Ardnaxela,

    Incrível pois é! :S

    Avogi,

    Se visses a descontracção da tipa. (Risos)

    Jiggly,

    Nenhuma mesmo! :S

    Inês,

    Risos... eu entendi o teu comentário! E acredita, não sonhei! Vivi-o mesmo, na primeira pessoa! ;)

    Kiss

    ResponderEliminar
  29. Oh pá, a sério? Isso não é normal... Nem sei como é que conseguem ter esse tipo de atitudes.
    Eu morria de nervos de ser apanhada. Lol
    Um dia fui a um hipermercado, c o meu namorado, fiz as compras, paguei naquelas caixas automáticas e quando saimos, olhei para a mão do meu namorado e não é q ele tinha uma garrafa de água pequena na mão, que nos esquecemos de pagar? Não apitou nem nada. Eu queria voltar a atrás, cheia de vergonha, mas tbm por €0,10... Mas senti-me tão mal.

    ResponderEliminar
  30. ahhahahaha mas que lata meus deusss!!!

    ResponderEliminar
  31. Olha sem palavras precisava mesmo alguém a pusesse no lugar ainda bem que tiveste coragem para o fazer.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  32. Que vergonha!
    Não escrevo mais nada.

    :)

    ResponderEliminar
  33. Tenho uma amiga que trabalha num hiper e pelo que me conta, há pessoas que vão lá tomar o pequeno-almoço e depois vão embora de mãos a abanar...
    Acho uma-falta-de-tudo, mas nos tempos que correm vai na volta vai haver cada vez mais gente a fazer do mesmo.

    ResponderEliminar
  34. Tens umas "amigas" upa upa...
    Há pessoas para tudo, já vi e lido com gente doida a toda a hora... já não tenho pachorra, mas ainda há quem se ature!

    RESPIRA FUNDO :)

    ResponderEliminar
  35. Sweet,

    O bom, é que as acções ficam sempre para quem as pratica. ;)

    Gypsy,

    Nem imaginas o quanto... :s

    aprenderaorganizar,

    Coragem tenho. Mas sabes que esta coragem nem sempre é bem apreciada... ;)

    desejo,

    Risos ;)

    Sónica,

    Vês, é usual pelos vistos. Não descrevi nada assim de tão transcendem-te! ;)

    Paula,

    Tenho conhecidas upa, upa... enfim, quem não as tem? ;)

    ResponderEliminar
  36. Que nojo, gente dessa dá pena, não só pelo que fazem, mas pela pobreza de espírito!
    Sabes que te digo! puta que a pariu foge desse tipo de gente.

    ResponderEliminar

"Eu não escrevo em português. Escrevo eu mesmo".♥ - Fernando Pessoa

A essência que queres partilhar comigo é?...