quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Almejar apontamentos adultos


Como já escrevi algumas - muitas - vezes, penso que uma mulher tem que ter o seu quê feminino, sim. Faz parte - ou deveria - da nossa essência feminina. Há que saber dosear bem, claro, como em tudo. No entanto, também penso que há tempo para que isso aconteça.
A senhorita Zunfinha desde uns tempos para cá é «mamã, pinta-me as unhas», ou caso vá comigo ao cabeleireiro pede se a moça pode pintar-lhe as ditas. A rapariga olha para a cara de anjo da diabinha e pronto, derrete-se toda. Confesso que para mim é um misto. Por um lado acho piada ver aquelas unhas pequeninas pintadas - mal se vêem - mas fica toda envaidecida, por outro, bom, acho que é muito cedo para se preocupar com estes apontamentos. Agora também quer maquilhar-se. Porque a prima pinta e ela acha piada e também quer. Neste caso já digo que não! Até porque as pinturas fazem mal à pele e ela ainda é - aos meus olhos - um bebé. Vá, uma vez ou outra quando estão as primas todas juntas e na galhofa ainda deixo, mas algo muito ao de leve, mas de resto, sou mais persistente neste ponto. Não contente, por estes dias, quis pôr o meu perfume. Diz que cheira bem. Diz que cheira a mamã - risos -
Chamo-lhe tonta e digo-lhe que não é com estas tiradas que me leva no bico. Ri-se e eu riu-me também. Ontem, ontem fui encontrar a madame no meu quarto, em frente ao espelho a pôr os meus sapatos de salto, um colar, um chapéu e uma mala minha. Toda dengosa em frente ao espelho entre caras e bocas começa a falar com o amiguinho imaginário dela que quando for crescida quer ser assim - risos e mais risos a ver a sua imagem ao espelho - como a mamã dela.

O que se faz perante tal cenário?
 Oh, conversa! Ralhete com ela e muitos miminhos de seguida. 

25 comentários:

  1. Ohh eu acho que ao ver, uma pessoa se derrete :)
    e a Zunfex é uma riqueza portanto...

    ResponderEliminar
  2. LOL Lembro-me de fazer isso quando era criança. :)

    Bjs

    ResponderEliminar
  3. tb acho que ha uma altura certa para tudo, mas é tao fofo qd elas querem imitar a mãe! De certeza que ela não viu aquele anuncio da miuda que se veste como a mae para ir ás compras ao minipreço? :)

    Paulinha

    ResponderEliminar
  4. Seria de estranhar se não quisesse imitar a mãe.

    Faz parte da evolução. Mais a mais, são daquelas situações que nos deixam mais envaidecidas que zangadas.

    :)

    Beijo

    ResponderEliminar
  5. Que fofa... faz parte do processo de desenvolvimento.
    Diverte-te muito com ela.
    bom dia para ti
    **

    ResponderEliminar
  6. É tal como a Ni diz... faz parte! E olha que com duas filhas ela lá sabe o que diz :)

    Faz parte do crescimento em qualquer idade imitarmos os mais velhos e neste particular, imitar a nossa mãe ou o nosso pai. Mas é preciso não deixar pender as coisas para o disparate!

    Nunca fui muito de espelhos (em criança era uma "maria rapaz") e por isso quis o Bom Deus dar-me um filho homem... porque, na verdade, não tenho muita paciência para lacinhos, vestidinhos... enfim, para coisas de menina!


    Beijinhos femininos... mas de mulher
    (^^)

    ResponderEliminar
  7. Quase que me atrevo a afirmar que somos todas iguais nesse aspecto. A minha txuguinha tem dois anos e faz o mesmo, o pai é que lhe pinta as unhas com o verniz pastel mais clarinho que tenho (os de cor ainda não deixo) e ela, toda vaidosa, mostra as mãos esticadas a todos da família e diz à boca cheia "eu shou gândi". Calça os meus sapatos, usa os meus colares e pulseiras e lenços, abana-se toda em frente ao espelho e olha, eu cá e por enquanto, agradeço que ela seja vaidosa consigo mesma, demonstra segurança e autoconfiança e isso é muito importante. Vamos a ver quando crescer...

    Com a idade da tua Zunfinha, deve ser um mimo....adorei ler, beijocas para ela!
    Beijocas nossas ;)

    ResponderEliminar
  8. São tão adoráveis!
    Eu ainda me lembro de calçar os sapatos da minha avó em miúda...!

    ResponderEliminar
  9. São tão adoráveis!
    Eu ainda me lembro de calçar os sapatos da minha avó em miúda...!

    ResponderEliminar
  10. é um clássico o que descreveste :)
    Eu "adorrava" as "pinturras" da mamã mas sabia que só no carnaval me era permitido tocar-lhes. O resto do ano, namorava-as quando abria a gaveta... bons tempos. Entretanto com o tempo curei o carregar nos "érres" e a paixão pela maquiagem. Sou sóbria e básica nesse departamento hoje em dia.

    Acho que fazes bem pôr limites no uso de maquilhagem.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  11. Deixa lá, ainda chega à adolescência e dá-lhe para ser hippie, deixa de tomar banho e usa roupa encontrada no lixo!

    ResponderEliminar
  12. Numa situação dessas que mais se pode fazer senão " estrafega-la" com mimos. ;))

    ResponderEliminar
  13. Oh pah tão fofinha!!!!
    Eu falo por mim que também passei por isso, desde que a mantenhas informada e vigiada sobre os produtos que podem fazer mal à pele, acho muito giro e engraçado elas serem assim vaidosas, não é necessário dar nenhum "Ralhete"!!!!!
    Bjs desta vez à tua filhota!

    ResponderEliminar
  14. Eu acho que a mamã ficou foi toda babada =) Eu ficava ;)

    Beijinho*

    ResponderEliminar
  15. Querida Essência, eu acho essa fase das meninas tão ternurenta, que nem imaginas!
    Eu como boa tia que sou, deixo-as fazer tudo quando estão comigo (as sobrinhas): maquilhagem, ganchos no cabelo, asas de fada, meias cheias de brilhantes... já estás a ver! E não é que saímos assim, para a rua? Elas adoram e eu deixo-as dar asas á sua imaginação.
    Beijinhos. :)

    ResponderEliminar
  16. Também eu adorava calçar os sapatos de salto da minha irmã. Agora só uso rasos. Pintava-me também em casa para brincar e parecias, às vezes, um palhaço, agora só me pinto de vez em quando.
    Por isso, acho que faz parte da essência feminina e acho que se for em casa, para brincar a podes deixar encarnar vários papéis, estimula a imaginação!
    Beijinhos**

    ResponderEliminar
  17. Oh minha linda como te compreendo, vejo esse cenário tal e qual cá por casa diáriamente, mas não resisto, ralho, chateio, mas não afianta é menina mesmo e acaba por vencer a dela, de uma maneira ou de outra. São as pintura, sapatos, vestidos, de preferência rosa sempre! A primeira vez que a vi de unhas pintadas não foi comigo que o fez e juro quase que me dava um coisinha má, mas o que fazer? Adoro ver a alegria e a felicidade dela por se sentir mais crecida!

    ResponderEliminar
  18. Estava a colocar-se bonita para o Vasco! :)

    beijo
    Sutra

    ResponderEliminar
  19. Ahahahaha que ternura, acho que o mais certo é enchê-la de miminhos!
    :-))

    ResponderEliminar
  20. Agradeço os vossos gentis e amáveis comentários à minha Zunfinha.

    Sabem, o que me reconforta, é saber que um dia quando for mais crescida e tiver outra percepção das coisas quando mostrar-lhe o blog com o item dela - Zunfinha - e vê-la a consumir todos os posts e os comentários e perceber na altura a reacção que terá, pois acredito que será boa. Isto porque aqui, estão apontamentos dela, meus, nossos e com um pouco de vocês - reacção ao que lêem - ;)

    Abracinhos

    ResponderEliminar
  21. É tão bom ser criança e isso é tão normal. A minha filha ainda não faz isso mas ainda ontem era eu que me enfiava nos sapatos da minha mãe e passeava pela casa, que ia à gaveta da maquilhagem "roubar" a sombra lilás e o batom rosa choque (as meninas são mesmo pirosas), que insistia em que ela me pintasse as unhas quando as cortava... que saudades.

    ResponderEliminar

"Eu não escrevo em português. Escrevo eu mesmo".♥ - Fernando Pessoa

A essência que queres partilhar comigo é?...